PRÉ-CINEMA E YOUTUBE

Movimento futurista pela educação vai ouvir estudantes sobre a crise do Covid-19

As novas gerações que atualmente estão fora das escolas por causa da pandemia, têm um amplo futuro pela frente, mas no entanto, esse futuro pode estar ofuscado pela crise que os fez pausar sua rotina escolar. O que nesse momento histórico os estudantes estão sentindo?

Do que eles mais sentem falta durante essa quarentena involuntária? Do que mais gostam ficando em casa? Quais os seus temores? O que pensam sobre o ensino pós-Covid19? Que sonhos nutrem para o seu futuro?

Essas e outras questões irão nortear a conversa num fluxo criativo de Hackthinking, processo aplicado para gerar soluções inovadoras a problemas complexos.

Iniciativa do movimento futurista Teach the Future, a sessão online irá promover uma escuta ativa tendo como mediadores nomes representativos da inovação e da educação:
Carlos Piazza, darwinista digital, Josias Silva, educador e Lidia Zuin, futuróloga, três dos embaixadores do movimento no Brasil. CORE Educação, Microsoft Teams, Centro Paula Souza do Governo do Estado de SP e a Big Brain são as organizações apoiadoras.

Ideias, pensamentos, provocações e questionamentos serão registrados, compilados e disponibilizados para todos os que se interessarem sobre o que pensam e o que sugerem os estudantes brasileiros para a educação pós-Covid.

LEIA TAMBÉM:

1) 4 Cenários Possíveis Para o Mundo Pós-Crise do Corona Vírus.

2) As Marcas e o Novo Futuro.

O movimento Teach the Future

Como movimento que trabalha por inserir o futurismo na educação, Teach the Future inicia com essa primeira sessão uma série de conversações criativas que irão compor massa crítica para importantes inovações no sistema escolar e que estarão disponíveis a toda a sociedade.

Criado em 2014 por Peter Bishop, futurista reconhecido na formação de futuristas em vários continentes, Teach the Future está presente em 24 países, entre eles o Brasil.

A futurista Rosa Alegria, diretora de Teach the Future no Brasil, acredita que não há nada mais importante no sistema escolar do que preparar os jovens a lidarem com as mudanças, compreendê-las e se anteciparem a elas. “A ideia é desenvolver o pensamento antecipatório através de processos cognitivos que inserem o futuro em sala de aula, tão
necessários diante dessa megacrise histórica”, afirma Rosa.

Hackthinking – Deu Pause na Escola: Bóra Falar sobre o seu Futuro?

Quando?: 28 de abril – 16h30

Link para inscrições gratuitas

www.sympla.com.br/hackathinking-com-estudantes-teach-the-future-brasil__837418

Teach the Future: 
www.teachthefuture.org

Teach the Future Brasil
www.teachthefuture.eu/pt

Contato: Rosa Alegria – rosaalegria@rosaalegria.com.br


Já leu essa aqui?

Deixe um comentário